Hoje, dia 27 de março,  é comemorado o Dia do Circo.  Todo mundo guarda uma memória afetiva do circo,  uma lembrança da infância. Mas o que o circo tem de lúdico ele tem de empreendedor. Empresário, você já parou para  pensar quantas lições  que o circo pode ensinar para o seu negócio?  Listamos cinco ensinamentos do circo que você pode aplicar na prática na sua empresa para conquitar de vez o seu respeitável público.

1 – Foco e Concentração

Primeiramente, ter foco é uma das competências mais almejadas quando se fala em mundo dos negócios. No circo, a falta de concentração pode colocar a vida em risco de um malabarista por exemplo, e nos negócios não é diferente. Não ter foco pode colocar a vida da sua empresa em risco. Desta forma, concentrar-se é ser pontual, é ter prioridades e dedicar tempo para realizar uma tarefa sem distrações.

2 – Trabalho em equipe para o espetáculo acontecer

Outra lição que circo ensina é a importância do trabalho em equipe. Sem todos estarem envolvidos seja no “show” ou nos “bastidores”, o espetáculo não acontece. Trabalhar em equipe é colaborar, é comemorar o sucesso do outro e é valorizar cada resultado como parte de um todo.

3 – Sempre é possível melhorar a performance

Vamos lá. Os negócios estão indo de vento em poupa, e o público está aderindo a sua marca. O cenário é perfeito. Mas será que não é possível melhorar a performance para se destacar ainda mais? No circo, seja qual for o “número” há sempre uma tentativa de melhoria na performance para que o espetáculo seja ainda mais atraente para o público. Assim, existe um reforço para inovar e não se acomodar com o sucesso.

4 – A capacidade de lidar com as mudanças

A cada nova parada, um novo lugar, uma nova cidade e um novo ambiente. O circo sempre lida com muitas variáveis e muitas vezes desenvolve estratégias para lidar com elas. Desta forma como no circo, o mundo empresarial deve ter essa capacidade de adptação rápida. Se chove, sempre tem alguém para vender a capa de chuva. Se os ingressos se esgotaram, sempre tem uma nova sessão. Se o público não está aderindo, sempre tem uma promoção. Usar a estratégia e a proatividade para lidar com diversos cenários pode ser uma saída também para o seu negócio.

5 –  Arriscar-se para encantar

No circo como nos negócios é sempre preciso inovar e correr riscos. Empreender exige arriscar, fazer diferente da concorrência e até  aprender com os possíveis fracassos. Assim, para fazer um número novo, um trapezista coloca até a sua vida em risco, mas o desejo de superar o desafio e criar algo novo é maior do que o medo.

WhatsApp chat